Institucional

PROJETO EDUCACIONAL

A proposta pedagógica da Escola Lugar de Criança se fundamenta em uma filosofia Humanista que enfatiza a formação integral do aluno.

Missão

Atuar no campo da Educação, tendo sempre em vista a formação integral dos alunos, priorizando os valores, o conhecimento e os procedimentos de trabalho, de acordo com as necessidades e as tendências do cenário contemporâneo.

Ideário de Educação

Partindo do princípio de que uma das funções primordiais da escola é a inserção do aluno na sociedade, a Escola Lugar de Criança baseia-se em alguns pressupostos que vão ao encontro dos valores desta Instituição Escolar. A Escola é um espaço de manifestação da cultura. À ela cabe, de forma intencional, introduzir os conhecimentos culturalmente acumulados.

Concepção de criança

Para nós, educadores da Escola Lugar de Criança, o aluno é visto como o ator principal de seu processo de construção do conhecimento, mediado pelo educador. Partimos do princípio de que a criança é curiosa e revela o desejo de conhecer e entender os fatos e acontecimentos que ocorrem ao seu redor, desde fenômenos naturais até questões de âmbito social. Por estar inserida em um meio repleto de informações, ela já vem à Escola com conhecimentos prévios acerca de vários assuntos e fenômenos, assim como algumas interpretações da realidade. Nesse sentido, cabe à Escola acolher tais referências e propor à criança novos desafios, para que possa avançar e transformar suas informações no conhecimento sistematizado de diferentes ciências, atribuindo-lhes significados.

Trabalho Pedagógico

A equipe pedagógica, pensando na formação integral do aluno, proporciona o espaço mais adequado para favorecer a aprendizagem: considera-se, além dos conceitos, a forma como cada um aprende, como se relaciona e o conjunto dos instrumentos apropriados para a sistematização dos conhecimentos. Procedimentos como perguntar, expor, incentivar, coordenar e participar de debates, explicar, argumentar, problematizar e outros, são instigados pelo professor, para que o conhecimento se construa através do diálogo, as habilidades se desenvolvam na experiência e as atitudes se formem pelos exemplos. Como mediador entre o aluno e o conhecimento, o professor procura criar situações de aprendizagem que sejam desafiadoras e motivadoras. É nesse cenário que o diálogo sobre questões do meio ambiente e a valorização das manifestações da vida  e cultura é introduzido.

Procedimentos de trabalho

Os alunos assimilam estratégias eficientes de aprendizagem e as utilizam gradativamente e com autonomia na aquisição de novos conhecimentos. Trata-se de aprender o modo de usar determinadas ferramentas de trabalho e ter orientação para a realização de pesquisas. Há, também, a preocupação com a formação de atitudes favoráveis à aprendizagem – planejamento, atenção, observação, esforço, curiosidade, persistência, no intuito de executar um trabalho prazeroso, responsável e consistente. A problematização através de perguntas e desafios é o foco orientador para o trabalho.

Inserção do aluno na vida coletiva:
A criança como protagonista

É no convívio grupal que os alunos se deparam com conflitos e expõem diferenças pessoais. Cada um tem a sua maneira de ser, de pensar e de agir. Diante dos conflitos e através da mediação dos professores, os alunos vão aprendendo a:

  • Conviver em grupo;
  • Identificar a existência de normas diferentes nos grupos que frequentam;
  • Lidar com frustrações para ter o prazer de conviver com o outro;
  • Ampliar as referências através da troca de experiências com o parceiro mais experiente, o professor e com os colegas;
  • Respeitar normas de convívio ao participar de atividades grupais, adquirindo assim a dimensão de pertencimento;
  • Adquirir formas organizadas de expressão e comunicação.
  • Respeitar diferentes formas de expressão;
  • Respeitar diferenças culturais, sociais, religiosas, econômicas e étnicas.
Desenvolvimento de atitude apreciadora dos vários campos do conhecimento

A vivência destas práticas exercita o aluno para a vida pública e o incentiva a assumir um lugar no coletivo.

  • Observação de obras científicas e artísticas;
  • Apreciação da habilidade de criação humana;
  • Valorização das heranças e patrimônios socioculturais;
  • Identificação das diversas formas possíveis de construção do conhecimento;
  • Concepção do conhecimento como processo situado no tempo e no espaço, transformador e em construção.
Equipe

Diretora
Rita Capella

Coordenadora Pedagógica
Lande de Oliveira

Orientadora Educacional
Kátia Sartori

Recepção / Portaria
Patricia Abib

Orientadora Psicológica
Regiane Oliveira

Responsável pelo Departamento Financeiro
Belinha Silva

EQUIPE DE APOIO 

Manutenção 
José Francisco de Sousa 

Portaria 
Adeílson Gomes (Tio Carlos) 

Cozinha 
Rosimeyre Gonçalves 
Vaneide de Jesus 
Rita Lima 

Limpeza 
Aguinaldo Magalhães 
Cláudia da Silva 
Rute Rodrigues

2015 |  Escola Lugar de Criança. Todos os direitos reservados
Fotografia por Cibele Barreto